terça-feira, 16 de agosto de 2022

Sem saber como lidar com o fenômeno, moradores do RN se assustam com terremotos


Tremor registrado no município de Pedra Preta, interior do Rio Grande do Norte em agosto deste ano
Foto: Divulgação LabiSis/UFRN

Apesar de não ser novidade na região, população não sabe lidar com os tremores de terra e as residências mais pobres não resistem a abalos pequenos, que causam poucos danos em uma metrópole

Os terremotos com magnitude superior a 5 são raros no país, mas, em média, um a cada cinco anos é registrado em algumas regiões do país. São relativamente fracos mas assustam a população, pouco habituada a conviver com esses abalos sísmicos, sem preparo para lidar com os tremores de terra e menos ainda menos para enfrentar as consequências. As residências mais pobres não resistem a abalos pequenos, que causam poucos danos em uma metrópole.

É isso que sofre há vários anos a população do Rio Grande do Norte, região que registrou vários terremotos nos últimos anos. Só em 2016, a terra tremeu 17 vezes em João Câmara, município que fica a 80 km de Natal.

Maria Egivânia dos Santos, 59 anos, professora, e diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (SINTE-RN), é natural de  João Câmara e relembra que há exatos 35 anos, houve o maior tremor de terra grande na cidade. O abalo foi de magnitude 5.1.

"Naquele dia eu estava em uma festa. Era uma sexta-feira, tinha 24 anos. O momento do maior tremor lembro até hoje. Foi uma cena terrível, um caos, faltou energia, foi muito aperreio, ficamos sem comunicação via telefone, todo mundo correndo, casas destruídas e muitas pessoas ficaram feridas".

De acordo com o Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN), os terremotos acontecem porque a borda da Bacia Potiguar (Rio Grande do Norte e leste do Ceará), é uma das áreas sísmicas mais ativas do Nordeste do Brasil.

Na última sexta-feira (12), novos tremores de terra assustaram a população no estado, desta vez o terremoto foi no município de Pedra Preta, que fica a  119 km da capital. Moradores da região relataram em seus perfis nas redes sociais que o evento chegou a ser sentido e ouvido.

A professora Maria Egivânia disse que em sua cidade não sentiu esses tremores que ocorreram na sexta,  mas tem medo que aconteça novamente. Ela ainda lembra o barulho e a sensação de desestabilidade provocada pelos abalos, como o que testemunhou na juventude. “É angustiante, ver tudo balançando. Isso nunca saiu de minha cabeça”, diz.

História

Em 1986, ano do maior abalo sísmico de grau 5.1, o munícipio  de João Câmara, Região do Mato Grande potiguar, foi o epicentro dos tremores. O mais forte aconteceu durante a madrugada do dia 30 de novembro. Cerca de 4 mil residências foram destruídas ou danificadas na cidade. O evento fez parte de uma sequência de tremores na chamada Falha de Samambaia.

O Laboratório Sismológico segue monitorando e divulgando toda atividade sísmica que ocorra no estado potiguar e também da região Nordeste do país.

De acordo com os pesquisadores, a causa dos abalos sísmicos é a espessura da crosta. De um modo geral, dizem, a crosta no Brasil tem espessura semelhante à dos outros continentes – em média de 40 quilômetros, medidos a partir do nível do mar. Há algumas regiões no país, porém, em que a crosta chega a ser mais fina do que 35 quilômetros. No Nordeste, onde foi feita a maioria dos experimentos de refração sísmica pela equipe da Universidade de Brasília, isso foi confirmado.

Os cientistas já reuniram informações sobre a espessura da crosta em quase mil pontos na América do Sul, tanto no continente como no oceano – desse total, cerca de 200 medições foram feitas nos últimos 20 anos.

No mapa que sintetiza esses dados, publicado no Journal of South American Earth Sciences, os pesquisadores chamam a atenção para as regiões onde a crosta é mais espessa ou mais delgada. “A espessura da crosta é um dos parâmetros mais importantes para compreender a tectônica [as forças e os movimentos das camadas geológicas] de uma região”, afirma o sismólogo Jordi Julià, da Universidade Federal de Natal (UFRN).

Por que a terra treme no Brasil : Revista Pesquisa Fapesp

Inscrito por Concita Alves, da CUT/RN e editado por Marize Muniz, da CUT Nacional

Feliciano admite espalhar fake news contra o PT sobre fechamento de igrejas

Foto: BILLY BOSS/CÂMARA DOS DEPUTADOS

É mentira. Não há, nos planos de governo dos candidatos, incluindo os de esquerda, como os presidenciáveis Lula e Ciro, qualquer ataque à liberdade religiosa ou indicação de fechamento de igrejas evangélicas

O deputado Marco Feliciano (PL-SP), que também é pastor evangélico, admitiu, em entrevista ao jornal O Globo, que está espalhando dizendo que o PT pretende fechar igrejas evangélicas caso volte ao poder – o que é uma notícia falsa, uma fake news. "Não há, nos planos de governo dos candidatos majoritários, incluindo os de esquerda, como os presidenciáveis Lula (PT) e Ciro Gomes (PDT), qualquer ataque à liberdade religiosa ou indicação de fechamento de igrejas, o que seria inconstitucional", destaca a jornalista Victoria Abel.

"Conversamos sobre o risco de perseguição, que pode culminar no fechamento de igrejas. Tenho que alertar meu rebanho de que há um lobo nos rondando, que quer tragar nossas ovelhas através da enganação e da sutileza. A esmagadora maioria das igrejas está anunciando a seus fiéis: ‘tomemos cuidado’", disse Feliciano, que é pastor da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

"A notícia, além de falsa, é absurda. Foi Lula quem regulamentou, em 2003, a liberdade de constituição de igrejas no país. Se tem alguém que governou respeitando a religiosidade, em especial a evangélica, foi ele", diz o coordenador de comunicação da campanha de Lula, Edinho Silva.

A presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), usou suas redes para denunciar o terreno livre da extrema direita na propagação de fake news, como a de Feliciano.

Gleisi cobrou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tome providências. “Não é só mentira como é crime. TSE precisa agir com essa gente. Lula respeita a crença de cada um e sancionou a lei de liberdade religiosa”, disparou a presidente do PT.

Fonte: CUT Nacional

Farra dos militares: Ex-ministro Eduardo Pazuello foi beneficiado com supersalário


Além de Pazuello, grupo de militares também foi agraciado com altos salários pelo governo Bolsonaro

Quase 1,6 mil militares receberam benefícios de mais de R$ 100 mil neste ano, um deles é o ex-ministro da Saúde, o general Eduardo Pazuello, braço direito do presidente Jair Bolsonaro (PL) durante a pandemia da Covid-19 e considerado um dos responsáveis por centenas de vidas perdidas por falta de gestão, de coordenação de ações preventivas e ações de planejamento e coordenação do Sistema Único de Saúde (SUS), que teria evitado pelo menos as mortes por sufocamento em Manaus por falta de oxigêmio nos hospitai.

“É um tapa na cara do povo brasileiro, que está passando por uma das piores crises dos últimos tempos”, disse Elias Vaz sobre os supersalários pagos a militares no governo.

Segundo o novo levantamento, em março este ano, Pazuello recebeu R$ 316.548,44, incluindo o salário de R$ 32.633,40 mais R$ 282.623,84 de verbas indenizatórias.

O campeão de benefícios é o comandante da Aeronáutica, Carlos de Almeida Baptista Junior. Em junho do ano passado, ele ganhou o total bruto de R$ 818.902,09.

Na sequência estão o diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), tenente brigadeiro-do-ar, Luiz Ricardo de Souza Nascimento. Em novembro de 2021, consta o valor bruto de R$ 719.724,85.

Outro beneficiado foi o chefe do Estado Maior, Laerte de Souza Santos, que foi agraciado, em junho de 2021, com um extra de R$ 286.663,36 mais o salário de R$ 34,4 mil, totalizando R$322.496,22.

Elias Vaz afirma que o levantamento será entregue ao Tribunal de Contas da União (TCU) como um complemento à representação feita em julho deste ano pedindo auditoria detalhada na folha de pagamento das Forças Armadas de 2019 até agora.

O documento aponta que a própria Controladoria-Geral da União (CGU) constatou que militares da ativa estão acumulando cargos e funções e recebendo remunerações que extrapolam o teto constitucional.

Supersalários

Na semana passada, o parlamentar já havia revelado o pagamento de supersalários, no ano de 2020, a um grupo das Forças Armadas que inclui aliados de Jair Bolsonaro, como o candidato a vice na chapa de reeleição do presidente e ex-ministro da Defesa, Walter Braga Netto, o ex-ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Eduardo Ramos.

De acordo com o relatório produzido pelo deputado, o general Walter Braga Netto recebeu, nos meses de março e junho de 2020, além do salário mensal, o valor bruto de R$925.950,40. O almirante Bento Albuquerque, que ocupou o Ministério de Minas e Energia entre janeiro de 2019 e maio de 2022, recebeu, nos meses de maio e junho, além do salário, o montante bruto de R$ 1.037.015,42.

Já o pagamento de valores extraordinários ao ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, general Luiz Eduardo Ramos, ocorreu nos meses de julho, agosto e setembro de 2020. A soma, além do salário mensal, é de R$ 731.879,43, valor bruto.

Veja os novos dados

Eduardo Pazuello

Total bruto:  316.548,44

Mês: Março de 2022

Ex-ministro da Saúde

Carlos de Almeida Baptista Júnior

Total bruto:  818.902,09

Mês: Junho de 2021

Comandante da Aeronáutica

Luiz Ricardo de Souza Nascimento

Total bruto:  719.724,85

Mês: Novembro de 2021

Diretor da Anac

Jeferson Domingues de Freitas

Total bruto: 378.184,85

Mês: Maio de 2021

Secretário do Ministério da Defesa

Almir Garnier Santos

Total bruto:  398.809,88

Mês: Maio de 2021

comandante da Marinha

Laerte de Souza Santos

Total bruto:  322.496,22

Mês: Junho de 2021

Chefe do Estado maior

Sitio da CUT Nacional/Com informações do Congresso em Foco.

Foto: JEFFERSON RUDY | CRÉDITO: JEFFERSON RUDY/AGÊNCIA SENADO

Biólogos afirmam que transmissão da varíola dos macacos não tem relação com o animal

A falta de informação tem levado a episódios de maus tratos no país

Foto: Talytha Rocha

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, por meio do Parque Estadual Dunas do Natal “Jornalista Luiz Maria Alves” esclarece que, apesar do nome, a "varíola dos macacos" nada tem a ver com os primatas. O esclarecimento foi dado pela Sociedade Brasileira de Primatologia e reforça que a doença, com casos confirmados no Rio Grande do Norte, é transmitida entre pessoas e não por macacos.

O biólogo e coordenador do setor de Fauna da Unidade de Conservação, Dhyego Melo, faz um apelo para que a população busque informações sobre a doença e não cometa maus tratos com os animais. O profissional ressalta que esses mamíferos não transmitem a varíola e não são reservatórios desse vírus.

“A falta de informação e de sensibilidade com os seres com que convivemos faz muito mal à sociedade. É importante que a população tenha plena consciência de que os macacos não são responsáveis pela existência do vírus e nem por sua transmissão a humanos. Eles precisam ser protegidos. A morte desses animais traz um enorme desequilíbrio ambiental, que não pode ser agravado pela ação do homem”, disse.

A varíola dos macacos é uma doença causada pelo vírus “Monkeypox”, pertencente à mesma família do vírus que causava a varíola - uma doença que foi extinta na década de 80. Com o avanço da varíola dos macacos no mundo, informações falsas têm circulado, e uma delas é que a matança dos primatas pode ajudar na erradicação da doença.

A gestora do Parque das Dunas, Mary Sorage, comenta que o medo do contágio por transmissão desta e de outras doenças, como a febre amarela, não se justifica.

“Na verdade, os primatas servem como sentinelas, já que muitas vezes adoecem antes e alertam para a presença e risco de uma doença que pode afetar também os humanos. O surto da doença não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos. Todas as transmissões identificadas até o momento pelas agências de saúde no mundo foram atribuídas à contaminação por transmissão entre pessoas”, disse.

Os biólogos do Idema solicitam que ao avistar algum macaco doente ou morto, as pessoas avisem aos órgãos de saúde do seu município.

As investigações epidemiológicas estão em andamento, mas o que sabemos é que entre humanos, o vírus da varíola dos macacos é transmitido por contato pessoal com secreções respiratórias, lesões de pele de infectados, fluidos corporais ou objetos recentemente contaminados.

Qual a importância dos macacos para o equilíbrio do meio ambiente?

Existem diversas espécies de macacos no mundo. Cada uma possui características, singularidades, importância para o equilíbrio ambiental, atuando efetivamente na dispersão de espécies vegetais e recuperação de florestas.

Os macacos sofrem diariamente com a destruição do seu habitat. O desmatamento, devido ao aumento da área agropecuária e uso da madeira, criação de estradas e aumento de cidades, a caça predatória ou a utilização como animais de estimação, também afeta esses mamíferos.

Como prevenir a varíola dos macacos?

- Evitar contato com pessoas infectadas ou suspeitas;

- Higienizar as mãos com frequência, com água e sabão ou álcool;

- Usar máscaras de proteção.

Sethas oferece hoje 262 vagas de empregos no Sine

Oportunidades são para Natal, Mossoró, Parnamirim, Currais Novos, João Câmara e Assú

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, por meio do SINE-RN, oferece hoje, dia 16 de agosto, 262 vagas de empregos para Natal, Mossoró,  Parnamirim, Currais Novos, João Câmara, Assú e regiões.

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

As vagas para pessoas com deficiência são uma parceria da Subsecretaria do Trabalho da SETHAS com a Coordenadoria de Promoção e Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Semjidh.

Todas as oportunidades estão sujeitas a alteração. Para saber em tempo real qual ocupação está de acordo com seu perfil profissional é necessário acessar o empregabrasil.mte.gov.br com o seu login (PIS) e senha ou através do celular no aplicativo SINE Fácil.

Quer tirar alguma dúvida ou agendar um atendimento para Seguro Desemprego?

Ligue: (84) 3190-0783 e 3190-0788.

O atendimento é de segunda a sexta, das 7:30h às 13:30h.

Siga o Sine-RN no Instagram: @sine.rn para maiores informações sobre os serviços do SINE Estadual RN.

NÚMERO DE VAGAS POR MUNICÍPIO

Natal e Região Metropolitana

ENCANADOR 12

INSTALADOR DE EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO 04

MECÂNICO 01

MOTOFRETISTA 01

OPERADOR DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA 01

Vagas para Pessoas com Deficiência - PCD

ARMADOR DE ESTRUTURA DE CONCRETO 01

ENCANADOR INDUSTRIAL 01

PEDREIRO 01

Mossoró e Região

CONSULTOR 01

COSTUREIRA EM GERAL 01

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE VEÍCULOS AUTOMOTORES 01

ENCANADOR 05

MECÂNICO DE AUTOMÓVEL 01

MECÂNICO DE MÁQUINAS PESADAS (MANUTENÇÃO) 01

MOTORISTA DE CAMINHÃO-GUINCHO PESADO COM MUNK 01

OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS NA MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES 01

VENDEDOR PRACISTA 01

Parnamirim e Região

GERENTE DE PRODUÇÃO 01

ENCARREGADO DE MANUTENÇÃO 01

RECEPCIONISTA ATENDENTE 01

MOTOFRETISTA 01

GERENTE DE DISTRIBUIÇÃO DE MERCADORIAS 04

NUTRICIONISTA 01

OPERADOR DE MERCADORIAS E DERIVATIVOS 04

ASSISTENTE DE VENDAS 06

CHEFE DE DEPÓSITO 01

FISCAL DE CAIXA 09

OPERADOR DE CAIXA 75

SUPERVISOR DE CAIXAS E BILHETEIROS (EXCETO CAIXA DE BANCO) 02

CONFERENTE DE CARGA E DESCARGA 04

SUPERVISOR DE ATENDIMENTO AO CLIENTE 03

CHEFE DE SEÇÃO DE SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS 01

CONFERENTE DE FATURAS E NOTAS FISCAIS 02

ENCARREGADO DE HORTIFRUTIGRANGEIROS 01

REPOSITOR DE MERCADORIAS 60

CARTAZEIRO 01

OPERADOR DE CÂMARAS FRIAS 02

EMPACOTADOR, A MÃO 10

OPERADOR DE EMPILHADEIRA 06

João Câmara e Região

AUXILIAR DE MANUTENÇÃO ELÉTRICA E HIDRÁULICA 01

VENDEDOR PRACISTA 01

Assú e Região

ARMADOR DE FERROS 05

ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES 01

MONTADOR DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS (INSTALAÇÕES DE SINALIZAÇÃO) 02

MOTORISTA DE AUTOMÓVEIS 01

OPERADOR DE MOTOSSERRA 06

SERVENTE DE OBRAS 10

Currais Novos e Região

SUPERVISOR DE VENDAS DE SERVIÇOS 01

VENDEDOR PORTA A PORTA 03

Total geral = 262 vagas

Líder em atuação na Assembleia Legislativa, deputado estadual Francisco do PT inicia campanha de reeleição


Líder do governo Fátima Bezerra, o deputado estadual Francisco do PT iniciou sua campanha de reeleição prestando contas, via redes sociais, da atuação ao longo dos quase quatro anos de mandato. 

Membro da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (AL-RN), Francisco do PT foi o parlamentar que mais apresentou projetos de lei nessa legislatura, totalizando 136 iniciativas, nas mais diversas áreas.

Em relação a emendas, foram destinados R$ 7,5 milhões em recursos distribuídos, principalmente, em ações de enfrentamento à Covid-19, custeio em saúde, compra de ambulâncias, reforma e ampliação de escolas, abastecimento de água, dentre outros.

Parlamentar também chega a marca de número 1 em audiências públicas realizadas pela AL-RN, abordando os temas mais relevantes de interesse da sociedade Potiguar. 

Em relação a requerimentos, Francisco do PT protocolou mais de 800, boa parte de iniciativa própria, como deu voz as demandas oriundas das suas visitas aos municípios e também as diversas representações da sociedade (sindicatos associações, movimentos). 

Além disso, desde o início do mandato, se inseriu em todas as pautas da educação, com destaque para as tratativas em prol do reajuste do piso do magistério, progressões horizontais e verticais, Ele é membro permanente da Comissão de Educação, chegando a presidir em 2020.

Presidente da Frente Parlamentar das Águas (2019/2021), trouxe para o debate temas importantes: Transposição do Rio São Francisco, Barragem de Oiticica, Projeto Seridó, recuperação da Barragem Passagem das Traíras. Além de emendas para construção de cisternas e perfuração de poços.

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Pesquisa FSB/BTG: Lula amplia vantagem em relação a Bolsonaro

Candidato do PT possui 45% das intenções de voto, contra 34% do presidente da República; Ciro Gomes tem 8%; Simone Tebet, 2%

O ex-presidente Lula lidera as pesquisas de intenção de voto para o Planalto, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro.
Foto: Estadão
Pesquisa do Instituto FSB para presidente da República encomendada pelo banco BTG Pactual, divulgada há pouco aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 45% das intenções de voto, seguido pelo atual chefe do Executivo e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), com 34%. A diferença, de 11 pontos porcentuais (pp), marca a retomada do fôlego de Lula nos levantamentos, após a pesquisa da semana passada apontar a menor diferença até então entre os dois, de 7 pp, na série história iniciada em março deste ano.

Com relação à pesquisa anterior, de 8 de agosto, Lula subiu 4 pp, pois tinha 41%. No mesmo período de uma semanas, Bolsonaro permaneceu em 34%. A alta na diferença entre os dois ocorre na semana quando começou o pagamento do novo Auxílio Brasil, de R$ 600, uma das bandeiras de campanha do atual chefe do Executivo, mas em que foram divulgadas cartas da sociedade civil pela democracia no País, uma resposta ao endurecimento do discurso de Bolsonaro contra o sistema de votação e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Ciro Gomes (PDT) teve 8%, 1 pp a mais do que os 7% da pesquisa da semana passada, e Simone Tebet (MDB) registrou 2%, 1 pp a menos do que na mostra anterior. Os demais candidatos não pontuaram. Brancos e nulos somaram 1%, outros 2% não souberam ou não responderam e 5% declaram não votar em nenhum dos candidatos. Na simulação de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 53% a 38%, ante 51% a 39% na pesquisa de 8 de agosto. Nessa simulação, Lula cresceu 2 pp e Bolsonaro cresceu 1 pp. Lula venceria Ciro por 50% a 29% e Simone por 54% a 26%. Ciro bateria Bolsonaro por 47% a 39% em eventual segundo turno entre Bolsonaro e Simone haveria empate técnico: 42% a 40% para o atual presidente.

Avaliação do governo
Na pesquisa, o governo Bolsonaro foi considerado ruim ou péssimo por 44% dos entrevistados, ótimo ou bom por 33%, desempenhos iguais aos da anterior, e regular por 21% (22% na pesquisa passada) A forma de governar de Bolsonaro é desaprovada por 55%, ante 54% na anterior, e aprovada por 38% (40% na passada).

A pesquisa foi feita entre sexta-feira, 12, e domingo, 14, com 2 mil eleitores, intervalo de confiança de 95%, margem de erro de 2 pp e está registrada no TSE sob o número BR-00603/2022.

Fonte: Terra

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Jogadora de vôlei medalhista olímpica, Juliana é uma das homenageadas por Francisco do PT em sessão alusiva aos 50 anos dos JERNs


Foi realizada nesta sexta-feira (05), no plenário da Assembleia Legislativa do RN, uma sessão solene em alusão aos 50 anos de história dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte.

Propositor da iniciativa, o deputado estadual Francisco do PT justificou a importância dos jogos. “Os JERNs têm por finalidade estimular a prática do esporte escolar com fins educativos dos alunos de escolas públicas e privadas do estado, buscando a mobilização, inclusão, intercâmbio sociocultural e esportivo da comunidade escolar em prol do esporte educacional e das diversas manifestações corporais desenvolvidas pela escola, sendo em seu conjunto o maior evento esportivo escolar de nosso Estado”, destacou.

Uma das homenageadas, a campeã mundial de vôlei de praia e medalhista Olímpica, Juliana Felisberta, que já foi considerada a melhor jogadora do planeta, relembrou sua trajetória profissional vitoriosa reforçando a importância dos JERNs no início desse processo. “Os JERNs em 1996 era a minha Olimpíada. O esporte é um dos maiores meios de transformação. Transformou a minha vida. Hoje, oito vezes campeã do circuito mundial, medalhista de bronze, nada disso seria possível se em 1996 não existisse os JERNs”, destacou Juliana ao agradecer a iniciativa do deputado Francisco do PT. 

Representando da governadora Fátima Bezerra, o subsecretário estadual de Educação, Canindé de França, ressaltou: “hoje estamos celebrando meio século de uma construção humana, profissional, inclusiva e de reconhecimento do papel que o esporte cumpre na construção de uma agenda de natureza humanitária e civilizacional”. Canindé de França parabenizou o parlamentar pela honraria.

A mesa de abertura foi composta também pela secretária de Esporte de Natal, Jódia Ferreira, diretor da Fundação José Augusto, Fábio Henrique, o 1º vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física, João Pessoa e Evandro Emanuel que representou os homenageados. 

Dentre os mais de 30 agraciados na sessão solene, estão: a jogadora de vôlei Virna Dias, os atletas Magnólia Figueredo e Vicente de Lima, dentre outros.

RN - Centrais sindicais e movimentos sociais convocam para ato em 11 de agosto

CUT, centrais e movimentos sociais saem às ruas de todo o país em 11 e 13 de agosto contra os golpes do governo Bolsonaro, em defesa do sistema eleitoral, da democracia e para denunciar a violência política

Diante das ameaças de golpe à democracia brasileira lideradas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que ataca o sistema eleitoral e ministros das cortes superiores, contra toda política de desmonte de direitos e incentivo à violência, será realizado no próximo dia 11 de agosto, uma mobilização nacional organizada pela CUT, centrais sindicais, movimentos populares, partidos políticos, estudantes e outras entidades da sociedade civil. Em Natal, a mobilização está sendo construída.

A CUT-RN, através do presidente Jocelino Dantas e secretários, realizou plenária na tarde desta terça-feira, (2) de agosto, no Auditório da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Rio Grande do Norte – FETARN, para construção e encaminhamento do ato no estado no dia 11 de agosto, que tem como mote “Mobilização nacional em defesa da democracia e por eleições livres”.

José Nogueira Filho, representante da CUT Nacional, presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Fiação e Tecelagem – Sindtêxtil- RN, destacou em sua fala a importância de mobilizar e envolver todas as categorias e as bases, na perspectiva de potencializar no estado a mobilização de rua : ” No dia do estudante, nós representantes das categorias de trabalhadores devemos compreender o momento que o país atravessa e dar a resposta nas ruas. Precisamos botar nosso povo nas ruas para potencializar a data contra os ataques à democracia, a retirada de direitos, o desemprego, a violência desenfreada e a fome. Ter a clareza que essa é a eleição das nossas vidas nos credencia a fortalecer nossa trincheira, e no estado do RN, devemos ter o compromisso de derrotar o maior inimigo da classe trabalhadora e pai da reforma Rogério Marinho, que tenta uma vaga no senado”

A data do 11 de agosto é parte do calendário de mobilizações marcadas por entidades representativas dos Estudantes. A plenária contou com a participação de várias categorias de trabalhadores de diversas regiões do estado, como o Sindicato dos Hoteleiros, Supermercados, Têxtis, Professores, Municipais, Autopeças, Rurais, Correios, Metalúrgicos e Frente Brasil Popular.

No dia 13 de agosto, será a vez das Mulheres saírem as ruas em todo o país contra a fome, a miséria, a reforma Trabalhista e contra todos os tipos de violência contra a mulher, além de denunciar os desmontes promovidos nos últimos anos que impactaram de forma mais profunda o segmento. Em Natal também haverá mobilização.

A retomada das manifestações populares nas ruas é parte de uma grande frente de toda a sociedade contra os constantes ataques à ordem democrática no Brasil. Os atos estão sendo organizados em todo o país, os locais e horários ainda serão definidos ao longo dos próximos dias.

A CUT ainda destaca que a mobilização em defesa de democracia será contínua. Além dos dias 11 e 13 de agosto, no dia 7 de setembro movimentos sociais voltam às ruas no tradicional Grito dos Excluídos.

Fonte: Sitio da CUT/RN

Fotos: Concita Alves

Governo do estado sanciona leis nas áreas da Educação e Agricultura Familiar

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte sancionou leis aprovadas na Assembleia Legislativa, como a Lei nº 11.231, que dispõe sobre a inclusão de conteúdos de Literatura Potiguar na rede estadual de ensino. A Secretaria Estadual de Educação e Cultura (SEEC) terá a competência para estabelecer as diretrizes básicas para a adequação da atividade, “como tema complementar de forma interdisciplinar”.

Outra lei de nº 11.230, trata da definição das atividades de turismo rural na agricultura familiar no Rio Grande do Norte, que ocorrerem em unidades produtivas que mantenham as atividades econômicas típicas da agricultura familiar, “dispostos a valorizar, respeitar e compartilhar seu modo de vida, o patrimônio cultural e natural, ofertando produtos e serviços de qualidade e proporcionando bem-estar aos envolvidos”.

As atividades do Turismo Rural na Agricultura Familiar abrangem unidades de planejamento poderão ser denominadas: circuitos, roteiros, rotas, caminhos, linhas, trilhas, rios, serras, montanhas, colônias, comunidades, quilombolas, assentamentos, dentre outros termos similares.

A lei considera Unidade de Produção dos Agricultores Familiares os espaços rurais utilizados como cenário das atividades de turismo rural onde o turista interage com o meio, utilizando uma série de produtos turísticos, em geral baseados na oferta de atividades de lazer, demonstração tecnológica, comercialização de produtos e serviços, sendo encontrados isoladamente ou em conjunto, por meio de diversos segmentos.

Confira:

Lei nº 11.230, de 04 de agosto de 2022 – Dispõe sobre Turismo Rural na Agricultura Familiar no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte.

http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20220805&id_doc=781198 

Lei nº 11.231, de 04 de agosto de 2022 – Dispõe sobre a inclusão de conteúdos de Literatura Potiguar na rede estadual de ensino.

http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20220805&id_doc=781199