sábado, 18 de agosto de 2018

Fatima dá largada à campanha na ZN e agradece apoio

A candidata da coligação 'Do Lado Certo' (PT/PCdoB/PHS), Fátima Bezerra, iniciou sua campanha de rua neste sábado (18) com a “Caminhada da Arrancada”, na avenida Pompeia, Zona Norte de Natal.

"Agradeço o apoio de cada uma e de cada um de vocês. Nossa campanha já começa bonita e, tenho certeza, vai terminar assim, com olhos brilhando e cheios de esperança", declarou Fátima. Ela chamou a militância a fazer uma caminhada com garra, pés no chão, "uma campanha honesta e propositiva".

Fátima estava acompanhada dos candidatos ao Senado pela coligação - Alexandre Motta (PT) e Zenaide Maia (PHS) -, do deputado Fernando Mineiro, dos demais candidatos a estadual e federal, da militância e de representantes de movimentos sociais.

Onde ela passava as pessoas queriam abraçá-la. Eram idosos, jovens, crianças, o povo todo. “Aqui está 'O nosso lado', que é o lado do presidente Lula, o lado do trabalhador, dos que querem um RN para todos os potiguares e não para poucas famílias. A maioria do povo potiguar está dizendo que quer o lado de cá. Estamos juntos. Vamos à luta, à vitória", finalizou Fátima.











PT e progressistas de Parazinho/RN pedem LULA presidente




Com apoio de Lula, Haddad já chega a 15%

Por Ricardo Kotscho, em seu blog:

Condenar e prender Lula pode não alcançar o objetivo dos golpistas de impedir o PT de chegar à presidência da República pela quinta vez seguida.

Segundo a nova pesquisa XP/Ipespe, em que Fernando Haddad chega a 15% e está tecnicamente empatado com Jair Bolsonaro, que tem 21%, no limite da margem de erro de três pontos, no primeiro e segundo turnos, todo o esforço do esquema Lava- Jato-Mídia-Mercado pode ter sido em vão.

FETARN empossa nova diretoria do STTR de Pedro Avelino





Tomou posse neste sábado, 18 de agosto, a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Pedro Avelino, na região Sertão Central potiguar. A Diretoria tem a frente como presidente, Marcone Aurélio e terá um mandato de quatro anos.

Estiveram presentes na solenidade de posse o Secretários de: Política Agrícola, Jocelino Dantas e Gabriela Evangelista, Secretária Estadual de Mulheres da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Rio Grande do Norte (FETARN). Também esteve presente o Secretário de Política Sociais da CUT/RN, José Rodrigues Sobrinho, o advogado Evandro Borges, e os presidentes dos Sindicatos da região, dentre eles: Chiquinho (Afonso Bezerra), Damião (Pedra Preta), Severo (Ipanguaçu) e Naldinho (Angicos) que representou o Pólo Sindical da região.

A posse foi realizada pelo Secretário de Política Agrícola da FETARN, Jocelino Dantas que parabenizou a nova diretoria em nome do presidente Marcone Aurélio e ressaltou os desafios que tem a nova diretoria perante o atual momento político que passa o País e que também os trabalhadores rurais sofrem as consequências em cada município. O presidente empossado reiterou o seu compromisso em torno das pautas da classe trabalhadora e afirmou que estará pronto frente aos atuais desafios, inclusive quanto ao compromisso com candidaturas que dialoguem com essas pautas nesse processo eleitoral de 2018.

Mulher, Flor do Campo

Por Dra. Andreia Nogueira

Nascida em condições extremas, mas particularmente vistosa e forte, a flor do cacto é também conhecida como a flor do campo. 

Todos os cactos florescem, apesar de estarem submetidos a um clima seco, com muita insolação e estarem em um solo formado por cascalho e areia, com rápida escoação da água. Aliás, é o sol forte que viabiliza o nascimento da flor. De fato, o cacto inspira fortaleza e perseverança. 

Muito parecida com a flor do cacto é a mulher do campo.

Do campo, campestre, campesina, rural, da roça. Mulher de luta, de fibra, de força, coragem, resistência. Esquecida, distante, desamparada, mulher, mãe, esposa, filha.

As mulheres rurais são de todas as religiões, idades, etnias e raças, vivendo e trabalhando no lar e na agricultura. Estão longe das delegacias, dos centros de ajuda, dos órgãos de defesa das minorias, da grande maioria dos projetos educacionais e profissionalizantes. Suas escolhas, lutas e enfrentamentos encontram aconchego no isolamento social. Mas essas mulheres são fortes. São verdadeiramente resilientes. São como as flores do cacto.

De um modo geral, as mulheres tem dificuldade de reconhecer e buscar os seus direitos. Romper com a cultura patriarcal e patrimonialista ainda não é fácil, e na zona rural parece ainda mais difícil.

É comum nos depararmos com um enfrentamento discreto à violência doméstica sofrida pelas mulheres campestres. Ali, esquecidas por boa parte das políticas públicas, sobrevivem à educação precária e ao desconhecimento da lei, especialmente daquelas que as empoderam e protegem. O acesso à informação é limitado e o medo cercam-nas. A liberdade plena é pouco conhecida.

O isolamento e uma cultura peculiar dá aos agressores mais facilidade para privar as mulheres da liberdade ou separá-las do grupo social que certamente as ajudariam. Assim, persiste no campo a “cultura do susto” que se expressa através de um combate sutil à violência, sem muita profundidade ou consistência. De um modo desenraizado, as mulheres querem, ao menos, assustar os agressores, na tentativa de alcançarem a tão sonhada paz no lar. Elas não conhecem a Lei Maria da Penha, moram muito longe de uma delegacia e realmente não sabem se adianta pedir socorro ou denunciar. Vivem imbuídas numa violência estrutural, pelo não acesso a bens e serviços, e na violência institucional, pois quando finalmente conseguem atravessar uma longa distância física em busca de ajuda, não raro são questionadas sobre o motivo de terem sofrido a agressão, com aquele tom sugestivo de participação na culpa. 

As mulheres rurais - flores do campo, ainda fazem parte de um grupo de vítimas que não chegam sequer às estatísticas. Quando aparecem na mídia, é por consequência de suas próprias organizações e de suas lutas, que acabam chamando a atenção pública. A vergonha, o medo e o desconhecimento dos seus direitos acabam diminuindo a sua dignidade.
Manter as mulheres do campo desinformadas sobre os seus direitos e sobre as leis que as defendem de violências como a familiar e doméstica, contribui com uma dominação legalizada.

Contudo, como TODOS os cactos florescem, assim também prosperam as mulheres do campo, pelo que serão retiradas do contexto de anonimato e invisibilidade. Que possamos assumir parte desta missão.

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Oposição de São Francisco do Oeste está com Fátima


O grupo de oposição do município de São Francisco do Oeste, liderado pela ex-prefeita Gildete Barreto, anunciou apoio à senadora Fátima Bezerra, candidata ao Governo do Estado pelo PT. Em visita ao Alto Oeste, a petista esteve ao lado dos vereadores Valdicélio, Preta, Valcimar e Neném; e das lideranças Gessé e Chico Lobo. Ela agradeceu a parceria e disse que espera contar com as contribuições do grupo no governo popular que, uma vez eleita, realizará no Rio Grande do Norte.


"Acreditamos em Fátima porque ela sempre defendeu nosso povo e os interesses do nosso estado. Essa senadora é um orgulho para nós", disse Gildete. O vereador Valdicélio Lobo destacou a importância de eleger Fátima governadora. "Sempre foi uma grande parlamentar, agora será uma grande governadora".

FETARN entregará propostas da agricultura familiar aos candidatos a governo


A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do RN (FETARN) irá promover, na próxima segunda-feira (20), o ato de entrega do documento “Plataforma da Agricultura Familiar: Por um Rio Grande do Norte com Desenvolvimento Sustentável e Solidário” aos oito candidatos ao governo do estado no pleito de 2018. O evento será realizado no Monza Palace Hotel, em Natal, das 9h às 18h. Todos os candidatos confirmaram presença. 

A Fetarn, que tem como missão representar, coordenar e defender os interesses dos agricultores familiares e dos trabalhadores rurais entrega, tradicionalmente em todas as campanhas para governo do estado, um documento com propostas contendo um modelo de desenvolvimento sustentável e solidário para a agricultura familiar do Rio Grande do Norte.

Esta edição do documento aborda a implantação de um modelo de produção e de organização dos trabalhadores rurais e agricultores familiares, com garantia da soberania alimentar e nutricional, de renda, qualidade de vida e emancipação dos sujeitos políticos em um projeto de desenvolvimento da sociedade e dos territórios que compõem o nosso estado. 

Para o presidente da Fetarn, Manoel Cândido, este documento é importante para que os candidatos conheçam a temática da agricultura familiar e possam elaborar políticas públicas para a categoria. O documento apresenta propostas de desenvolvimento agrícola e agrário; recursos hídricos; segurança pública no campo; mulheres rurais; juventude rural; marcha das margaridas; terceira idade; saúde; e educação. 

PROGRAMAÇÃO

Pesquisa Ibope no RN: Fátima Bezerra, 34%, Carlos Eduardo, 15%; Robinson Faria, 8%

Professor Carlos Alberto, 2%; Brenno Queiroga, 1%. Os demais candidatos não atingem 1%. Levantamento foi feito de 14 a 16 de agosto.

esquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (17) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para governador do Rio Grande do Norte:

Fátima Bezerra (PT): 34%
Carlos Eduardo (PDT): 15%
Robinson Faria (PSD): 8%
Professor Carlos Alberto (PSOL): 2%
Brenno Queiroga (Solidariedade): 1%
Freitas Júnior (Rede): 0
Heró Bezerra (PRTB): 0
Branco/Nulo: 31%
Não sabe/não respondeu: 9%

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV. É o primeiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

Sobre a pesquisa

Deputada Zenaide Maia dialoga com a diretoria da FETARN sobre a Marcha das Margaridas 2019


Nesta quinta feira, 16 de agosto, a Deputada Federal e candidata ao senado federal, Dra. Zenaide Maia participou de reunião com dirigentes da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Rio Grande do Norte e representantes dos pólos sindicais, onde dialogaram sobre a Marcha das Margaridas 2019.

A deputada se comprometeu em apoiar as mobilizações da marcha como uma perspectiva de estratégia do empoderamento das mulheres sobre tudo das mulheres trabalhadoras rurais.

Participaram da reunião o presidente da FETARN, Manoel Cândido da Costa e a Secretária Estadual de Mulheres da FETARN, Gabriela Evangelista. Além delas e de representantes dos pólos sindicais o advogado Dr. Evandro Borges e o cantor popular Fernando Luiz.

Sindicatos do Mato Grande e FETARN reivindicam melhor atendimento dos agricultores junto ao INSS



Sindicatos de Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares da Região do Mato Grande e a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Rio Grande do Norte (FETARN), estiveram reunidos nesta quinta feira, 16 de agosto, numa reunião com representantes das Gerencias Executiva e da Agência da Previdência Social de João Câmara. Os dirigentes apresentaram uma série de problemas que vem ocorrendo nos últimos dias e reivindicaram soluções ou pelo menos a amenização dos mesmos.

Problemas como a falta de perito médico, mau atendimento dos agricultores e agricultoras, demora nas análises dos resultados dos benefícios e a relação de parceria entre os sindicatos e agência de João Câmara foram apresentados. No momento ficou encaminhado que a partir de agora haverão mais reuniões periódicas com os Sindicatos e a APS de João Câmara, já em relação a questão do perito médico o Chefe Substituto da Gerência Executiva do INSS Natal, Robson Nemerth afirmou que infelizmente os agricultores e os Sindicatos terão que agendarem as perícias médicas daqui para frente para serem atendidos na APS de Ceara Mirim, tendo em vista a falta de perito e servidores em todas as agencias do estado.

Já em relação aos demais problemas, Robson afirmou que a Gerencia Geral de Natal mudará a forma de organização nas atuais análises dos processos para que possa diminuir o tempo de respostas nos resultados e se comprometeu conjuntamente em realizar conjuntamente com os Sindicatos as reuniões com os Sindicatos para avaliar o dia a dia no atendimento dos agricultores e agricultores na APS de João Câmara. O INSS foi representado além de Robson Nemerth por Ricardo Adriano, Chefe da Sessão de Atendimento da Executiva de Natal e Ronalde, Chefe da APS de João Câmara.

Já pela FETARN esteve presente o Secretário de Política Agrícola, Jocelino Dantas. A reunião aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores.