sexta-feira, 28 de abril de 2017

Vejam imagens das paralisações e manifestações em Natal pelo RN nessa manhã

Em Natal apenas 40% da frota de ônibus estão circulando. Houve bloqueio nas BR 406 com 101 norte, 101 sul e trevo de Guamaré. 

Há registro de manifestações de ruas já agora de manhã em Mossoró, Curras Novos, Acari, Caicó, Ceará Mirim e Guamaré.


Fotos: Inter TV Cabugi

Mossoró





Caicó








Ceará Mirim



 BR 406 com trevo de Guamaré







Currais Novos


Acari



E O BRASIL AMANHECEU EM GREVE GERAL


Capitais e principais cidades do país amanheceram paralisadas nesta sexta-feira (28), dia da greve geral convocada pelas frentes populares em protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista propostas pelo governo Temer; em São Paulo, linhas do metrô, ônibus e trens não circulam – com exceção da Linha 4 do metrô, que funciona normalmente; estradas que dão acesso à cidade e avenidas foram trancadas; no Rio, a linha vermelha (foto acima) foi fechada por manifestantes; protestos ocorrem em todo o País e a greve contra o golpe e contra as reformas de Temer, rejeitado por 92% dos brasileiros, pode ser a maior da história

Capitais e principais cidades do país amanheceram paralisadas nesta sexta-feira (28), dia da greve geral convocada pelas frentes populares em protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista propostas pelo governo Temer. Em São Paulo, linhas do metrô, ônibus e trens não circulam – com exceção da Linha 4 do metrô, que funciona normalmente. Estradas que dão acesso à cidade e avenidas foram trancadas.
Na Marginal Tietê, as pistas central e expressa foram bloqueadas na altura da Rodoviária Tietê. As avenidas Francisco Morato, Do Estado e Tiradentes (centro) também estão bloqueadas. O mesmo ocorre nas avenidas Nações Unidas, Francisco Matarazzo, Faria Lima e João Dias.
Avenida Nove de Julho, centro de São Paulo
Foto: arquivo pessoal

As rodovias Anhanguera (na região de Jundiaí, sentido São Paulo), Dutra (em Guarulhos e São José dos Campos), Régis Bittencourt (em Taboão da Serra e Embú das Artes), Anchieta (sentido litoral), Cônego Domênico Rangoni (no litoral sul), também estão bloqueadas.
No Rio, manifestantes trancaram a ponte Rio-Niterói. Belo Horizonte amanheceu sem metrô.
Ponte Rio-Niterói está bloqueada nos dois sentidos por manifestantes, no vão central
Foto: Mídia Ninja

Em Porto Alegre, foram realizados bloqueios na avenida Baltazar Oliveira Garcia, na Zona Norte; na Avenida Mauá, no Centro; na Ponte do Guaíba, na BR-290; e na Bento Gonçalves, na Zona Leste.  Ônibus e trens não operam.
Em Santa Catarina, Blumenau e Florianópolis amanheceram sem ônibus. Motoristas e cobradores também pararam nas cidades paulistas de São José dos Campos, Jacareí, Bauru, Sorocaba, região do ABCD e Guarulhos. O mesmo ocorre em Salvador Recife, Fortaleza e Curitiba. Em Natal e Campo Grande a paralisação do transporte público é parcial. João Pessoa está sem ônibus e trens e com avenidas fechadas, bloqueando acesso à região metropolitana.
Brasil 247

TEMER FAZ DESEMPREGO CHEGAR A 14,2 MILHÕES DE PESSOAS


No dia em que a população cruza os braços na maior greve geral da história recente do País, o IBGE divulga dado sobre o desemprego que confirma a indignação dos brasileiros contra Michel Temer; taxa de desemprego no Brasil ficou em 13,7% nos três primeiros meses deste ano; PSDB e depressão econômica de Temer dobraram o número de desempregados que hoje são 14,2 milhões de trabalhadores; um recorde da série histórica do IBGE; este contingente subiu 15% frente ao trimestre de outubro a dezembro de 2016, quando a desocupação foi estimada em 12,3 milhões de pessoas; no confronto com igual trimestre de 2016, o desemprego subiu 27,8%, significando um adicional de 3,1 milhões de pessoas desocupadas na força de trabalho
A taxa de desemprego no Brasil ficou em 13,7 por cento nos três meses até março, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.
A mediana das previsões em pesquisa da Reuters era de que a taxa ficaria em 13,7 por cento por cento no período.
Leia o material divulgado pelo IBGE sobre o assunto: 

Fátima defende democratização dos meios de comunicação



A senadora Fátima Bezerra defendeu, nesta quinta-feira, 27, na audiência pública da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), que debateu a situação das rádios comunitárias no Brasil, a democratização dos meios de comunicação. “ Infelizmente, a mídia monopolizada mostra apenas um lado do fato. Isto é um crime! A Constituição garante que a mídia tem que zelar pelo princípio da pluralidade, mas não temos isto. É inaceitável você ver o controle da mídia nas mãos de 4 a 5 famílias. Espero que possamos trazer a democracia de volta e com ela possamos agilizar a democratização dos meios de comunicação”, afirmou a senadora. 

Fátima afirmou ainda que as rádios comunitárias têm um papel estratégico no país. “A rádio comunitária dar voz às pessoas e àpopulação. Sobretudo, num país onde temos uma mídia monopolizada a serviço do grande capital. Elas garantem o acesso à informação com seriedade, pluralidade e responsabilidade”, defendeu. 

A parlamentar também destacou as reivindicações das rádios comunitárias. Entre elas, estão a liberação de um canal de radiodifusão comunitária por município, o aumento da potência das rádios, a agilidade nos processos de renovação de outorgas e o acesso a verbas publicitárias governamentais. 

O Rio Grande do Norte estava representado por Thomas Sena e Valtinho Medeiros, da Abraço/RN.

Representantes do município de Galinhos buscam junto ao BNB os benefícios da Lei 13.340


O Secretário Municipal de Agricultura de Galinhos, Vanuelbe Lima acompanhado do Presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais, Aguinaldo Morais e as associações do município estão buscando junto a agência do Banco do Nordeste levar os benefícios da Lei 13.340. A lei dar direito a liquidação com até 95% de desconto ou renegociação das dividas dos agricultores familiares.

Segundo o Secretário essa é umas das prioridades da gestão do prefeito Fábio Rodrigues, ou seja, provocar o desenvolvimento do município tento a agricultura familiar também como pilar. Está sendo programado uma agenda no assentamento Pirangi para informar os agricultores e em seguida articular os encaminhamentos.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Dia 28 de abril e a mobilização nacional

O dia 28 de abril do ano em curso, as centrais sindicais brasileiras, deixando as divergências de lado, estarão juntas, tentando aumentar a representatividade da mobilização do dia 15 de março passado, forçando o governo a repensar a reforma previdenciária e ainda sem conquistar número suficiente de Deputados Federais para aprovar a reforma previdenciária proposta.

As centrais estão chamando a população para um grande ato, algumas denominando de greve geral, contra as reformas da previdência, trabalhista e da terceirização, que deforma as relações empregatícias, tentada na Europa Ocidental, mais não conseguindo diminuir o desemprego crônico e estrutural, sendo motivos de reviravoltas, enfrentando a economia global uma crise que teima em não dissipar.

Os números da previdência brasileira são completamente contraditórios ao que o governo federal apresentou, comprometido com o setor rentista e a grande indústria, em detrimento da maioria da população, não sendo capaz em cobrar as dívidas dos grandes devedores, dentre eles o Presidente do Senado, que deveria no mínimo, se abster, em uma postura ética, mas o setor político faz de conta que não ver as mudanças que ocorreram.

O dia 28 de abril, nas vésperas do primeiro de maio, será o dia, de todos aqueles comprometidos com a sociedade, com a população em vulnerabilidade social, com a democracia, inclusão social, com a cidadania, com o fortalecimento do Estado Democrático de Direito, com um projeto nacional com desenvolvimento humano ir para as ruas, mostrar seu inconformismo com as propostas apresentadas por um governo sem legitimidade.

A mobilização não é partidária, todos os seguimentos da sociedade e dos movimentos sociais vêm se colocando contra a Reforma da Previdência, podendo ser ressaltados, a postura da Igreja Católica, através da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, com Notas claras e explicitas contra a Reforma, do clero e das pastorais, e da OAB que se posicionou contra, tendo os advogados participados de inúmeras mobilizações.

Assim a Reforma da previdência que o governo federal tenta dar um jeitinho, de manipular, aceitando pequenas alterações, para tentar melhorar a cara do monstro, e não modifica a concepção, deve ser dado um basta, a postura de extrema direita e entreguista da economia aos setores rentistas, que mesmo com a crise, conseguem lucros extraordinários e abusivos no Brasil.

O Brasil um país desenvolvido, pluralista, democrático, com potenciais imensos, principalmente de riquezas primárias, necessita ao mesmo tempo de inclusão, e não de marginalização, de formação de guetos e castas, de manter a população em condições de pobreza crônica, precisamos construir um projeto de desenvolvimento sustentável e de liberdade, escravidão bastam quatro séculos.

Evandro Borges.
Advogado.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Fátima: vamos barrar os retrocessos e zelar pela cidadania das comunidades indígenas



Durante o encontro da bancada do PT com os povos indígenas, a senadora Fátima Bezerra reforçou, nesta quarta-feira, 26, que é preciso muita luta para barrar as propostas que tragam retrocessos para os brasileiros, a exemplo do que acontece com os povos indígenas. Entre as propostas destacadas pela parlamentar estão a PEC 215 (demarcação das terras indígenas), a reforma trabalhista e a reforma da previdência. 

“Nós temos consciência da importância dos povos indígenas e estamos juntos para barrar os retrocessos e zelar pela cidadania das comunidades. Os povos indígenas precisam de mais assistência, saúde, educação e sustentabilidade dos territórios”, afirmou. “Este Congresso não tem autoridade moral e nem política para aprovar leis que ferem a cidadania do povo brasileiro”, completou. 

A senadora ainda criticou o decreto que extinguiu unidades da Fundação Nacional do Índio (Funai) no país. “No meu estado as comunidades indígenas repudiaram essa medida autoritária do governo, que numa canetada fechou várias unidades da Funai. O meu estado tinha apenas uma única unidade e agora, depois de muita pressão, o governo disse está revendo a decisão”, lembrou.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Fique por dentro da sessão plenária da Câmara de Vereadores de Jandaíra.

A sessão da Câmara de Vereadores desta segunda, dia 24, na ordem do dia constou com a continuidade da tramitação do Projeto de lei do Executivo Nº 006/2017 que altera a Lei Municipal nº 377/2017 que trata sobre o prêmio previsto na Portaria nº 1.654/2011 – MS (Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica – PMAQ-AB). Nos debates gerais vários temas foram debatidos pelos vereadores, iluminação pública, construção de centro funerário, lombadas na rua central de Jandaíra,  dentre outros assuntos.

FIQUE POR DENTRO DA SESSÃO:

A ordem do dia teve breve debate sobre o projeto de lei Nº 006/2017 de iniciativa do executivo municipal que altera a redação da Lei Municipal Nº 377/2017. O vereador Tércio Câmara insisti no debate sobre um melhor rateio do bônus para os profissionais da saúde onde atenda de forma mais justa os trabalhadores com área técnica, ou seja, os agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem e etc.
Na proposta original encaminhada pelo executivo faz o rateio valorizando o rateio de acordo com a graduação dos profissionais, mas atende de forma mais consistente o pessoal com grau superior. Depois do debate, foi encaminhada uma reunião com a Comissão de Constituição e Justiça da casa com a presença da Secretária Municipal de Saúde para esclarecimentos sobre o projeto e ver a possibilidade de alteração do mesmo.

DEBATES GERAIS:

Os debates gerais iniciaram com o vereador Raimundo Farias, que solicitou o desarquivamento de um requerimento ainda e 2006 que solicitava do gestor do município a construção de um Centro Municipal de Velório. Segundo o vereador ver isso como necessário para a população do município e acha que a prefeita deveria colocar como prioridade. O vereador Ivanaldo Alexandre retomou o debate sobre as lombadas no percurso da BR que corta a cidade de Jandaíra e o problema dos alagamentos provocados pelas novas obras realizadas na BR e lombadas construídas de forma errada do ponto de vista técnico.

O vereador e líder do governo, Ricardo Paulino sugeriu a constituição de uma comissão para solicitarem uma audiência com o superintendente do DNIT e tirar os devidos encaminhamentos e assim foi aprovado por todos. O vereador Tércio solicitou informação de como andava a questão da instalação do novo poço perfurado pela CAERN no município, uma vez que já faz alguns dias que o mesmo foi perfurado e ainda não foi instalado. O vereador ressaltou que no momento está tudo bem porque estamos passando por um período chuvoso, mas não se pode deixar chegar de novo o clamor do período de seca e os moradores das ruas mais afetadas estarem mais uma vez desamparados.

O vereador e líder do governo, Ricardo Paulino deu como resposta que de fato a prefeitura havia feito a sua parte e até o momento a CAERN estava na lentidão, mas que a gestão estava na cobrança e na articulação. O vereador Raimundo Faria lembrou que em reunião com a Federação das Câmaras de Vereadores, em João Câmara haviam dito que cada vereador tinha que ter seu próprio gabinete e o presidente o dele, diante essa provocação foi puxado um debate sobre a retomada da obra do prédio da Câmara, o vereador Tércio (PV), usando da palavra sobre esse tema ressaltou e elogiou o vereador ex-presidente da casa Miguel Aguiar Filho por ter iniciado a obra localizada na Avenida Aristófanes Fernandes, mas criticou muitos outros ex-presidente por não ter priorizado a obra e ter adotado a política dos apadrinhamentos de cargos políticos como meta de suas gestões.

“Eu não vou cobra do presidente atual, seja Matias ou seja Ricardo, mas dos que passaram eu posso falar, posso dar o exemplo positivo e posso dar o exemplo negativo, por ironia do destino, o que deve ser louvado, seja Miguel Aguiar Filho, mas digo uma, se qualquer presidentes que passou por esta casa se estivessem sidos corretos com seus deveres na casa legislativa nós num tinha só um gabinete não, nós tinha um palácio. Agora não tem porque na hora dos recursos, muitas vezes vão para coisas que eu me recuso a dizer em palavras miúdas como se diz o popular. Porque essa casa aqui, os salários que se pagam aos vereadores é bem inferior a receita que a casa tem, não sei se o colega Matias (atual presidente) ou Ricardo (futuro presidente) vai ser o felizardo porque não vai ser a beneficio dele, porque aqui é apenas uma passagem por esta casa, podemos volta, sim ou não, mas essa casa sempre vai existir e aquele que aplicar corretamente os recursos ele vai ficar um marco na história de Jandaíra, agora muitas vezes os recursos dessa casa serve para apadrinhar emprego ai fica difícil, qualquer colega que passar por essa casa vai passar por constrangimentos de críticas e espera que o presidente atual retome a obra porque a obra não vai ser para mim ou para ele não, vai ser para Jandaíra e que os vereadores as vezes se desvaloriza porque ele mesmo toma atitude pequena e se nós vereadores legislasse como manda nosso regimento de vereador com certeza nós ia ter nosso respeito do executivo, de governador e etc”, afirmou vereador Tércio discursando sobre esse tema.

O vereador continuando no seu discurso informou que a Câmara vai receber um recurso de mais de cem mil reais de uma ação impetrada pelo ex-presidente Wdagno Sandro devido a atrasos de repasses na gestão passada. O vereador Tiago Aguiar (DEM), filho do ex-presidente Miguel Aguiar Filho informou que quando seu pai deixou a Câmara também deixou a obra do prédio faltando apenas a instalação hidráulica e a elétrica. Ressaltou que não pode dizer o porque o presidente que a sucedeu, não continuou, mas foi o que ficou. O vereador Tércio ainda voltou a usar da palavra para reforça a importância deles enquanto vereadores aplicar o que a lei manda, ou seja, da aplicação dos 70% com pessoal e 30% em investimento e assim a aplicação com pessoal deva ser investido primeiro com os seus próprios salários porque são as peças mais importantes da casa.

O vereador e presidente, Matias ressaltou que em dezembro a Câmara recebia 75 mil e de janeiro para cá está recebendo 72 mil, aonde os vereadores recebiam até final do ano passado R$ 2.800,00 e hoje já recebem R$ 3,200,00, ou seja, com hoje com 72 ele já está pagando R$ 3.200,00 e que não chegou aos 3.500 porque não recebeu os 75 se não teria chegado. Após isso ainda teve mais debate sobre esse assunto, mas o presidente ponderou ainda ao final dele afirmando que dentro da lei pretende sim retomar a obra e aplicar o recurso que está por receber.

O vereador Joilson (PSD) pediu a palavra e ressaltou que não teve acompanhou a gestão dos outros presidentes, mas se cada tivesse feito o que o ex-presidente Wdagno fez em dois anos teria sido bem melhor, enfatizando as ações sociais realizadas pela Câmara quando mesmo era presidente, com a emissão de documentos como identidade, carteiras de trabalhos e etc, além da aquisição do carro que hoje serve a casa e acha que cada um que passou pela a casa fez o melhor, cada um no seu jeito, mas vez, afirmou o vereador.

O vereador Roberto Mendes (PRB) fez uma única fala e iniciou dizendo ser solidário a categoria dos agentes de saúde que reivindicam uma melhor participação no rateio do PMAQ e claro que a comissão estará avaliando as reivindicações e espera a secretária de saúde esteja presente e ele aproveitará para solicitar uma dedetização para o hospital do município, pois tem tido informação que há um grande número de insetos aos redores do hospital. O vereador lembrou que os requerimentos dos vereadores é a forma de reivindicar as demandas da população e que embora alguns não sejam atendidos, mas que ele já presentou dois requerimentos e um foi atendido que foi a iluminação pública de Aroeira, que algumas pessoas disseram que era porque já ia ser feito, mas que não era verdade e se fosse ele não o teria solicitado e outro foi o concerto do dessalinizador de aroeira o que não foi feito ainda, mas segundo a gestão está sendo providenciado. O vereador ressaltou ainda que o assunto dos quebra molas foi tema de abaixo assinado coordenado por ele antes de ser vereador e até hoje nada havia sido resolvido. O vereador afirmou ainda que a prefeitura deva tomar iniciativa com recursos próprios dentro das condições, ou seja, segundo ele não é preciso começa tudo de uma vez, e elabore um projeto de sinalização e adequação para que as questões de trânsitos venham serem resolvidas.


Após isso o debate da noite foi encerrado. Para ter acesso ao áudio da sessão clique AQUI

segunda-feira, 24 de abril de 2017

João Câmara: Agência da Caixa Econômica abriu nesta segunda(24).

Caixa Econômica voltou a funcionar em João Câmara (Foto: Marco Montoril)

Uma boa notícia para os moradores de João Câmara e cidades da região do Mato Grande. A agência da Caixa Econômica voltou a funcionar  nesta segunda-feira(24/04) para atendimento ao público.

Neste primeiro momento apenas dois dos seis caixas de autoatendimento estarão funcionando, os demais dentro dos próximos trinta dias. Já o atendimento a outros serviços estão funcionando no horário habitual das 10h às 15h.

Por Assis Silva

Fátima busca melhorias dos parques esportivos do IFRN



O reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Wyllys Abel Farkatt Tabosa, e a senadora Fátima Bezerra estiveram reunidos, na quarta-feira (19), com o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, para tratar das melhorias dos complexos esportivos do instituto.

Segundo a senadora, o ministro elogiou a qualidade técnica do projeto apresentado pelo IFRN, que visa revitalizar os parques esportivos, e adiantou que a pasta fará todo esforço para concretização da demanda. “Mais uma vez, fica evidenciado a competência e a qualidade do trabalho desenvolvido pelo IFRN. Nosso mandato acompanhará de perto esse pleito para que ele seja atendido”, disse.
O projeto de revitalização dos parques esportivos foi elaborado por técnicos do campus central, sendo uma reivindicação antiga do atual diretor do campus, Arnóbio de Araújo Filho, que desde sua primeira gestão apresentou a proposta de ampliação e de recuperação dos complexos esportivos.
   
Agradecimento

No encontro, o reitor agradeceu o apoio da senadora e informou que o projeto está em análise pela pasta desde fevereiro de 2017. “ Já estávamos otimistas quando apresentamos o projeto em outra reunião. Agora com essa reunião articulada pela senadora Fátima Bezerra e com a presença do ministro, saímos mais otimistas que teremos um aceno positivo da proposta”, afirmou o reitor.